Home > Turmas> Minimaternal
Minimaternal

 


 

Neste período a relação com os adultos é modificada, pois passa de algo que era de total dependência para uma ocupação de forma mais ativa e não tão dependente do adulto. Nesta faixa etária, as crianças envolvem-se com o conhecimento/descoberta de seu próprio corpo e do corpo do outro. As vivências do corpo em movimento organizam-se gradativamente, ganhando intencionalidade para encaminhar as atividades de vida diária. Ao longo do ano, espera-se a estabilização do controle esfincteriano.

Nesta faixa etária, as crianças alcançam uma relação de parceria e amizade com a turma, vivida em alguns momentos prazerosamente e, em outros, com desconforto. O vínculo entre as crianças manifesta-se quando elas compartilham objetos da escola; sensibilizam-se pelo choro do colega; disputam brinquedos, espaços e a atenção do adulto. Ao longo do ano, as crianças passam a integrar recursos linguísticos às suas vivências sociais, sem abandonar as reações corporais e o choro.



Neste período, as crianças começam a perceber o efeito da fala para a comunicação de desejos, desagrados e demandas. As experiências culturais, como a apreciação de diferentes histórias da literatura infantil, aprimoram a construção e reconstituição verbal de enredos simples. As crianças passam a resgatar personagens e partes das histórias ouvidas anteriormente. Como consequência dessas vivências linguísticas, elas ampliam o seu vocabulário, apresentando uma estrutura frasal mais completa e rica em detalhes.

 
 
 

Galeria de fotos